22.5.07

"cortaziano"

antigamente
sob holofotes
estava escuro
e nós ficávamos
cortaziando
pulando quadros
rasgando ícones
deixando pistas
perdendo o foco
plantando esfinges
em nós, coelhos
amores órfãos
enquanto quartos
um a um fechavam
nós não sabíamos
que talvez hoje
quem sabe nunca
estaríamos juntos
outra vez sem saber
na cama de dados.

Um comentário:

Ana Luiza disse...

tao bom perder o foco junto!... Suspiros. Gostei muito dos últimos poemas. bjs