21.8.06

"torre azul" (mário quintana)

é preciso construir uma torre
- uma torre azul para os suicidas.
têm qualquer coisa de anjos esses suicidas voadores,
qualquer coisa de anjo que perdeu as asas.
é preciso construir-lhes um túnel
- um túnel sem fim e sem saída
e onde um trem viajasse eternamente
como uma nave em alto mar perdida.
é preciso construir uma torre...
é preciso construir um túnel...
é preciso morrer de puro,
puro amor!...

3 comentários:

Anônimo disse...

... carente, sensivel, apaixonado que poema lindo!

cristiano fagundes disse...

quintana arrebata e vc faz falta neste rio morto...que tal construir uma ponte azul?

Isaac Roxetin disse...

ponte azul, torre azul...
queria botar esse poema em loop infinito na minha cabeça