26.10.06

“boate”

ela tinha
um jeito
meio ultra
pós-moderno
de dançar:
além-influências.

mas o mau
do amor
é que ele
começa a falhar
quando nomeamos
sua presença.

3 comentários:

juba disse...

boa boite boate
amor e ausencia
ausencia e amor
tchururu tudo combina

Gi disse...

Talvez por isso os sentimentos subentendidos sejam maiores.

Gi disse...

Você não está por perto... queria conversar.

Já tomou gin?

Não tem nada hoje? Até o seu silêncio fala por aqui. Gosto muito de você.