15.9.06

"Ana C."


a poesia,
se insiste,
(instinto?)
é um passo
na direção
do abismo.
ou então
dois passos,
(suicídio?)
nos casos
de cascos
mais raros,
ou um coice
(primitivo?)
com patas,
porque as asas
(comprimidos?)
estão na cabeça
e não nas pedras
portuguesas.

4 comentários:

Ju disse...

Supimpa! ... Fiquei pensando em algo prá dizer dos seus poemas sem ser 'gostei' e 'gostei muito'. Supimpa é legal. Vou ficar tentando até achar alguma coisa que te agrade. Bjo. Ju.

merdinhas disse...

ASA NISI MASA

Brincando: aterrar nas Caraíbas. Sem mais.

c. disse...

te vi na maira.
vim aqui e vejo ana c.
e mais você.
um monte de você.

e me senti em casa.

posso tirar os sapatos?

leonardo marona disse...

faça a gentileza...

aceita uma dose de Vermouth Cinzano?

trago já as pantufas...