15.4.06

"a vida"

a vida é feita
para a gente
desaprender
até nascer
de novo
na chance
ou morrer
para sempre
diante
do espelho.

3 comentários:

Tommy disse...

Porra, esse tempo todo tu sabia o significado da vida e nunca me contou!? Maldicao!

Pinto disse...

ontem à noite eu conheci uma guria
já era tarde, era quase dia
era o princípio
de um precipício era o meu corpo que caia

ontem a noite, a noite tava fria
tudo queimava, nada aquecia
ela apareceu, parecia tão sozinha
parecia que era minha aquela solidão

ontem à noite eu conheci uma guria
que eu já conhecia de outros carnavais
com outras fantasias
ela apareceu, parecia tão sozinha
parecia que era minha aquela solidão

no início era um precipício
(um corpo que caía)
depois virou um vício
foi tão difícil acordar no outro dia
ela apareceu, parecia tão sozinha
parecia que era minha aquela solidão

leonardo marona disse...

aí, seu pinto (com todo respeito), adorei o poema.

daniel, eu inventei isso apenas para me sentir melhor, não sei porque não adiantou.

beijo e obrigado pelas visitas (engraçado como sempre soa falso quando a gente agradece com palavras).